24 de abril de 2007

Filme 5 vezes favela "Agora por eles mesmo"

Em 1961, cinco estudantes universitários se reuniram, com a ajuda de outros colegas, para fazer um filme em episódios chamado “Cinco Vezes Favela”, que estrearia nos cinemas de todo país, na forma de um longa-metragem, no ano seguinte. O tema de cada um dos cinco episódios era as favelas cariocas, abordadas por diferentes ângulos inspiradores de diferentes historias. Os cinco jovens de classe media erma cinéfilos ligados a atividades dos cineclubes, então nascentes, e participavam do agitado movimento estudantil da época. Eles vinham de diferentes Universidades do Rio de Janeiro e estavam unidos por uma mesma indignação face as condições humanas de vida naquelas comunidades, pelo ardor de reformar o Brasil e torna-lo mais justo, e ainda pelo amor ao cinema e o desejo de construir um cinema brasileiro moderno.

Apos 45 anos o filme "Cinco Vezes Favelas" será refeito por jovens moradores de varias favelas do Rio de Janeiro. Esse grupo de jovens mostraram a diversidade das favelas em 5 curtas que ao final se transformará no longa-metragem “Cinco Vezes Favela Agora por eles mesmo”.

Na Maré estaremos sendo representado pelo Cada Barcelos, morador da Vila dos Pinheiros e o filme que ele fará em conjunto com outros jovens da comunidade o filme "Deixa voar"– argumento e direção de Cadu Barcellos.

O filme contara a história de um jovem de 17 anos chamado Flavio que ao voar com sua pipa terá que ir pega-la em uma outra favela de facção rival a sua comunidade. Ele vai com muito receio de todos daquela comunidade, mas acaba descobrindo que todos dali são iguais a sua comunidade.




Curtas
Títulos, argumento e direção
Acende a luz – argumento e direção de Luciana Bezerra. Na véspera do Natal, o moro está sem luz e os técnicos chamados não conseguem resolver o problema; até que um dos técnicos se torna refém da comunidade que não quer passar o Natal às escuras.

Arroz com Feijão – argumento de Zezé da Silva. Direção de Rodrigo Felha e Cacau Amaral. Wesley tem 12 anos de idade e sonha dar ao pai, que só come diariamente arroz com feijão, um presente de aniversário inusitado: uma refeição de frango.

Concerto para violino – argumento de Rodrigo Cardozo da Silva. Direção de Luciano Vidigal. Jota, Pedro e Márcia cresceram juntos, numa mesma comunidade. Quando crianças, eles fizeram um juramento de amizade que, agora adultos com diferentes destinos, não têm mais como cumprir.

Deixa voar – argumento e direção de Cadu Barcellos. A pipa de Flávio, de 17 anos, cai na favela de uma facção dop tráfico rival à da sua comunidade. Obrigado a ir recupera-la, ele descobre que as duas comunidades não são em nada diferentes uma da outra.

Fonte de renda – argumento de Vilson Almeida de Oliveira. Direção de Manaíra Carneiro e Wavá Novais. Maicon realiza seu sonho de passar no vestibular de Direito, mas agora precisa arranjar dinheiro para pagar seus estudos, livros e cadernos.


Saiba mais no site
http://www.obsevatoriodefavelas.org.br/



0 comentários:

Estão por aqui