14 de abril de 2009

Morre mais um...

Quem irá chorar sua morte?

Quem falará em seu nome?

Quem noticiará sua breve vida?

O que a imprensa dirá sobre ele?

Talvez diga ou deixe implícito: que era traficante!

Louco não?

Cadê a imprensa que nem se dá ao trabalho de averigua o que de fato aconteceu, cada a justiça deste país?

Se ele era torto, se era mau, se andava com aquele ou aquela, cadê vocês que preferem ouvir apenas o lado furado da moeda. Pensando bem quem quer saber se ele estudava, se amava, se brincava ou se tinha sonhos, quem?!

Não entende o que esta escrito acima? esta no lucro, eu não entendo como pode morrer tanta gente legitimado por outros tantos. Só para se ter ideia, por ano, aproximadamente 50 mil pessoas são vitimas de homicídio no Brasil, mas não é qualquer brasileiro que morre, são os favelados pobres que lavam com sangue as ruas das favelas.

A vida na favela vale quase nada.

Até o próximo, que pode ser daqui alguns minutos.

3 comentários:

Ontem estava indo para uma manifestação contra essa feira de armas israelenses e estadunidenses que está acontecendo nessa semana aqui no Rio Centro, quando fiquei sabendo da execução de um jovem de 17 anos na Baixa, pelas mesmas armas de fogo.
Nossa amiga Mariluci que estava comigo comentou "parece até cena de filme, a gente saindo p/ uma manifestação contra armas ao mesmo tempo que um jovem onde moramos é executado pelas mesmas, isso é surreal".
Cara, faço parte de um projeto de pesquisa de música na Maré com estudantes de nivel médio entre 15 e 18 anos, moradores da Maré, e estamos com dificuldades de encontrar jovens nesse perfil, por que será?

Po que será?

Perdemos pessoas todos os dias da mesma forma, crianças, mulhres, jovnes, e pouco se faz para resolver isso.

Esses dias esta pensando no que vc falou, por que não tem gente nesta faixa etaria é uma boa questão paea discutir.

Abços Diogo

Po que será?

Perdemos pessoas todos os dias da mesma forma, crianças, mulhres, jovnes, e pouco se faz para resolver isso.

Esses dias esta pensando no que vc falou, por que não tem gente nesta faixa etaria é uma boa questão paea discutir.

Abços Diogo

Estão por aqui