8 de maio de 2009

Fotos-Grafitadas



Foto: Ratão Diniz
Texto: Francisco Valdean

Muros desbotados, carros abandonados, portões enferrujados é a tela de pintura do grafite. As partículas de tinta pulverizadas aos pouco ganham forma na tela habitual do artista de rua. As cores, elemento integrador, unem-se a forma dando o toque final da mensagem transmitida ao leitor. Por fim, sob o controle do autor nasce a obra grafitada já exposta na galeria mais pública e democrática que existe, a rua.

A liberdade - anseio das artes - é mais notória no grafite. Uma parenta, a pintura, tem os mesmo elementos artísticos, mas nasce enquadrada, produzida num ateliê, composta dentro de uma moldura quadrada. Num processo posterior é exposta numa galeria que por sua vez a aprisiona numa sala, com exceções, de formato quadrado. O enquadramento limitador final é o público a que esta é destinada. Já a arte do grafite é livre dos quadrados limites, não tem tela, habitualmente não é produzido em ateliê e o seu espaço de exposição é a rua. Esses elementos fazem do grafite uma arte livre de enquadramentos.

A metalinguagem aqui apresentada entrelaça-se. Os registros representados assumem cumplicidade, ora o grafite documenta a fotografia e ora a fotografia compõe no mesmo documento o grafiteiro, sua obra artística e o cotidiano que o cerca, resultando numa imagem agradável aos olhos do leitor.

O registro da alegria, dos passos apressados do fotografado, enriquece as telas grafitadas nos muros e portões, antes sem vida. O fotógrafo regula a luz, as cores, compõe as sombras e os vultos de vida em torno das obras em cenas únicas. O aspecto mais importante é que a obra não seleciona o público, o público é que a seleciona. Neste sentido o grafite é a arte livre ou talvez liberada para exercer a liberdade ansiada pelas artes.

* Texto de apresentação da exposição “Fotografitando” do fotógrafo Ratão Diniz a respeito do universo do grafite na cidade do Rio de Janeiro. A exposição foi exposta no Espaço Cultural do Colégio Pedro II durante a programação Foto Rio de 2009.

0 comentários:

Estão por aqui