13 de junho de 2009

Morte de um Vivo Morto

Aqui nasci, cresci e me criei, por essas ruas brinquei com os meus melhores amigos. Não conheci outras ruas de outros bairros de outras cidades. Lembro que nestas ruas brinquei de polícia e ladrão. Mas agora é diferente, a arma que usava na infância era de brinquedo. Geralmente feita por mim, usava madeira e borracha na fabricação. Essa que uso hoje nem sei exatamente do que é feita, acho que é de fabricação iraquiana ou será alemã? Para falar a verdade nem sei exatamente como veio parar em minhas mãos.

Estou aqui na rua onde brinquei quando criança, só que agora não é brincadeira. Nas brincadeiras de infância meu inimigo eu conhecia. Após a batalha nos abraçávamos e saímos pelas ruas rindo e planejando o próximo combate. Hoje é diferente, meu inimigo quer me matar. O pior é que nem o conheço, não sei seu nome, não sei sua história e nunca vi seu rosto e se já vi tive que esquecer. Nem sei exatamente por que somos inimigos.

Continuarei por aqui, esperando o inimigo que não conheço. Fui instruído a atirar quando aparecer. Só não sei como identificá-lo. Tenho que confiar em meus falhos instintos.

Ali vem um. Parece ser meu inimigo. Será que é alemão ou será iraquiano? Não, é americano, não, não... É mesmo meu inimigo. Tem mais ou menos minha idade. Idade boa para morrer. Uns 18 ou será 19? Não sei. É meu inimigo sim, vem lá dos “alemão”.

Oh! Rap! Quem é tu? Tu ta vindo de onde? Pra onde tu vai? Fala logo se não atiro. Uff! Foi por pouco, quase atirei em um inocente. Era apenas um estudante que trabalha. Muito parecido comigo, mas muito diferente de mim. Ih! Lá vem outro. Aquele é meio suspeito, vem pela sombra. Vou ficar em alerta.

Tiros.

Este também parecia comigo, era meu inimigo e eu inimigo dele. Na guerra vence o melhor e mais rápido pelo menos foi isso que me ensinaram.

Assim é a guerra, nem sempre os soldados entendem os motivos, nunca vencem e poucas vezes vêem os rostos dos inimigos.

Morri, mas já tem outro igual a mim ali na esquina [alistando-se] para matar ou morrer.

0 comentários:

Estão por aqui