10 de fevereiro de 2010

Ato Público Contra Remoção de Favelas


Hoje moradores de favelas ameaçadas de remoção e militantes se reuniram em um ato público em frente à sede da prefeitura da cidade do Rio de Janeiro.
 
Os moradores das comunidades vivem sobre forças de poderes e foram no ato por conta dessas forças. O diálogo que se travou na foto acima entre Altair , presidente da associação de moradores de Vila Autódromo, e Ronald que se apresentou como assessor do prefeito Eduardo Paes evidencia muito bem essa relação.
 
 “Gente, fiquem calmos o prefeito vai nos ouvir”
 
“Não. É o contrario, vocês é que vão ouvir o prefeito”
Além do mais todos que se manifestavam eram indagados: em que comunidade você mora? Os moradores formaram uma comissão de 10 pessoas que seguiriam até o gabinete do prefeito.
   
Os portões imediatamente foram fechados e só foram reabertos...
 
... para a entrada dos 10 membros da comissão.
 
Só entrava quem estivesse com documento. Guardas “Cadê o documento?”. Altair “Saí de casa as pressas e esqueci” Guardas “Infelizmente você não vai entrar”. Por fim liberaram a entrada de Altair no primeiro portão, mas parece que teve problemas lá dentro.
 
Altair entrou e quando o portão já estava fechado voltou por esta com dificuldade por não esta devidamente documentado.
 
Enquanto os membros da comissão não retornavam as demais pessoas aguardavam fora dos portões que continuaram fechados.
 
Enquanto isso atrás do portão fechado guardas monitoravam a movimentação dos presentes no ato.
Fui embora e mais tarde li que a comissão só foi  recebida pelo prefeito por volta das 14:00 horas.





0 comentários:

Estão por aqui