30 de dezembro de 2010

O menino e a loira do banheiro

Por Francisco Valdean *    

Vídeo captado com cämera ES65 da Samsung10,2 mega pixels / editado no programa Windows Live Movie  Maker  
Em 2010 iniciei uma oficina de fotografia na Escola Municipal Bahia e Escola Tenente General Napion, a oficina é fruto de uma parceria da Instituição Redes da Maré com as escolas.  
Dentro da proposta de “Pensar, criar e apreciar” a arte da fotografia, surgiu o interesse dos alunos pelo vídeo. Então nos empenhamos na criação de um vídeo. Na busca do  tema surgiu a ideia de realizarmos um curta sobre a lenda urbana “A Loira do Banheiro”. Que é um assunto muito falado pelos aluno na escola. Uma vez feito a escolha do tema fomos a campo conversar com os alunos da (Escola Municipal Bahia ) para entendermos melhor e refletirmos sobre o imaginário coletivo dos alunos da escola acerca da lenda. Como resultado do exercício coletivo criamos um curta de 3 minutos chamado “O menino e a loira do banheiro”.  
Vídeo captado com cämera ES65 da Samsung10,2 mega pixels / editado no programa Windows Live Movie  Maker  
Uma vez o curta realizado fiz outra proposta aos alunos: a de realizarmos uma “videoinstalação”. A videoinstalação tinha como motivação a idiea de compartilharmos a nossa experiência artística com outros alunos da escola.  Os alunos toparam e elaboramos a videoinstalação. A ideia básica era a recriação do espaço de um banheiro e neste espaço exibiríamos o vídeo realizado.  Exibimos o vídeo na escola, não com a estrutura que pensamos, a instalação com mais recursos e em condições equivalente as nossas ideias só foi realizado na Lona Cultural Herbert Vianna na ocasião das comemorações dos 10 anos do Programa de Criança Petrobras, realizado no final de 2010.
Essa é uma das 3 experiências como arte-educador  de 2010 que queria compartilha aqui no blog.
  ______________________________________
* Quanto aos equipamentos: a ideia das oficinas era trabalhar com os alunos com equipamentos que eles normalmente tem acesso no dia-a-dia, celulares e cämeras comuns.

0 comentários:

Estão por aqui