11 de fevereiro de 2011

Caveirão: "Passa e fica a dor"

Quando a polícia carioca passou a usar um veículo blindado para fazer incursões em favelas do Rio, o nome oficial do veículo era “Pacificador”, mas a sabedoria popular tratou de dar lhe o nome que era justo e o chamou de “Caveirão”.

O governo insistiu em chamar o veículo de “Pacificador” então os moradores de favelas faziam anedota com o nome do blindado dizendo que este devia se chamar “Passa e fica a dor”. A brincadeira é a junção do nome “Pacificador” com o que ele faz por onde passa em suas incursões nas favelas.

Na manhã do dia 1º de fevereiro de 2011 no Morro do Timbau na Maré numa incursão os policiais usaram o “Caveirão”. Em poucos minutos de operação, segundo relatos de moradores, o carro destruiu barracas de uma feira popular que ocorre no local, derrubou murro e por pouco não atropelou os feirantes.


 
 
_________________________________________________________________________

_________________________________________________

_______________________________________




_________________________________________________________________________
Fotos tiradas por feirantes segundo informa o site do Observatório de Favelas.

0 comentários:

Estão por aqui