5 de maio de 2011

Numa escola nas redondezas da Maré



Numa escola nas redondezas da Maré o alarme não parou de soar  até que o último aluno fosse embora. O alarme disparado na escola não se tratava do estridente alarme que indica o fim ou início da aula, o alarme era de tiroteio e transmitido no boca a boca entre os proprios alunos. Em poucos minutos já não havia mais nenhum aluno no local. 

__________________________________________________________________________________

0 comentários:

Estão por aqui