17 de junho de 2013

Pereira Passos que nada, o príncipe das remoções é Eduardo Paes

Foto: Luiz Baltar - Ensaio fotográfico "Tem Morador", realizado no Morro da Providência. O ensaio fotógrafo foi realizado por fotógrafos formados na Escola de Fotógrafos Populares.  "Tem Morador" é um projeto coletivo de documentação, que tem como objetivo registrar as lutas de resistência e o cotidiano das comunidades ameaçadas de remoção.
_____________________________________________________________


Opinião


O Cotidiano: Na atualidade na cidade do Rio de Janeiro temos um quadro dramático       em relação às remoções de moradores de favelas. Temos notícias de remoções em varias regiões da cidade: Providência, Vila Autódromo, Pavão-Pavãozinho, Manguinhos e Santa Marta. O que você acha a respeito deste assunto?


Luiz Baltar* 

O Rio de Janeiro já é hoje uma das metrópoles mais caras do mundo para se viver. A especulação imobiliária e os projetos turísticos de "revitalização" criam uma segregação social, ainda mais perversa que a executada por Pereira Passos. 

Com a proximidade dos mega eventos, o processo em curso de remoções e privatização da cidade deve ser acelerado para cumprir prazos e acordos. Por trás do discurso de modernização, que agrada parcelas da sociedade, existe um grande esquema que se utiliza do Estado para favorecer grupos econômicos e capitalizar os espaços públicos. É um modelo excludente, segregador e como estamos vendo com os últimos acontecimentos nos territórios com UPP, criminoso também, pois o Estado utiliza de seus aparelhos de repressão para calar os protestos e negar o direito à moradia.

*Luiz Baltar é Designer e fotógrafo da Agência Fotográfica Imagens do Povo



0 comentários:

Estão por aqui